• Miosites Brasil

A Polimiosite não acabou com a força dos sonhos da Fabi


Fabi na Arena da Amazônia em Manaus

A vida da Fabi sempre foi cheia de sonhos. Apaixonada por esportes, praticava futebol americano, esporte conhecido pela força dos jogadores.


Aos 14 anos esses sonhos foram ameaçados por uma fraqueza muscular súbita. Primeiro as pernas enfraqueceram, depois os braços... até o dia em que não conseguia mais sair de sua cama. Foram muitas visitas ao pronto socorro, sem nenhum diagnóstico correto. Foi um médico, amigo da família, que alertou para a gravidade do caso. Nesse momento começou a investigação profunda do que causava aquela fraqueza, e após vários exames a Fabi recebeu o diagnóstico de Polimiosite. Doença extremamente rara em meninas de sua idade.


Iniciou-se então o tratamento dos sintomas, que como já sabemos, traz consigo muitos efeitos colaterais e mudanças importantes na vida do paciente.

Fabi lutou contra a Polimiosite, contra os efeitos do tratamento, contra a depressão. Olhar no espelho era uma tarefa difícil. Fabi já não se reconhecia mais. Em um único ano, visitou o hospital 17 vezes. Nenhuma menina deveria passar por isso!


Após algum tempo de luta, as forças começavam a voltar. Hoje ela vive uma vida normal, mas achou que nunca mais seria feliz como antes, sem que as pessoas a olhassem com estranheza.

O futebol americano ainda não faz parte de sua rotina de exercícios, mas ela hoje frequenta a academia e se prepara para em breve voltar aos campos.


Os sonhos?? Os sonhos só ganharam força! Fabi se prepara agora para o vestibular. Ela vai estudar medicina para ajudar outras pessoas e temos certeza que será uma excelente profissional!


A Polimiosite que um dia tirou sua força física não foi capaz de acabar com a força de um sonho!


Fabi tem hoje 18 anos e vive em Manaus.

735 visualizações

Posts recentes

Ver tudo

Leia a história inspiradora da Susi

A falta de conhecimento e a série de diagnósticos errados marcou o início dessa luta. Foram três anos em busca de respostas para os muitos sintomas que marcavam o corpo e a vida de Susiane Louzada, ta